UBM 2013 Embedded Market Study

- por Sergio Prado

Categorias: Pesquisas Tags: ,

No começo deste ano a UBM realizou sua pesquisa anual sobre o mercado mundial de sistemas embarcados, incluindo projetos desenvolvidos, tecnologias utilizadas, processos e ferramentas de desenvolvimento, sistemas operacionais, microcontroladores e processadores utilizados, etc.

A pesquisa foi enviada por email para os inscritos nos sites da UBM e da EE Times de 18 de janeiro de 2013 a 13 de fevereiro de 2013. Foram recebidas 2.098 respostas válidas, vindas em sua grande maioria dos EUA e Canadá (61%), com uma parcela na Europa e Ásia (33%), e alguns poucos na América do Sul (3%).

Algumas informações interessantes que pude identificar nesta pesquisa:

  • A linguagem de programação mais utilizada ainda é a linguagem C com 60%, seguidas por C++ com 21% e Assembly com 5%. Nenhuma indicação de que esta estatística mudará nos próximos anos.
  • Ainda precisamos de boas ferramentas de debugging. Ela é considerada a ferramenta mais importante, e ao mesmo tempo uma tecnologia que ainda requer muitas melhorias. Concordo!
  • O uso de sistemas operacionais diminuiu em 4% nos últimos 5 anos (a maioria diz que não precisa!). E assustadoramente, daqueles que usam um RTOS, 19% ainda usam um RTOS desenvolvido internamente!
  • O uso de um RTOS comercial tem diminuído nos últimos 5 anos (47% para 35%), enquanto que o uso de RTOS de código aberto aumentou (27% para 34%). E para novos projetos, a preferência por um RTOS de código aberto ganha disparado com 37%, contra 29% de RTOS’s comerciais. A resposta para esta tendência esta em uma outra pergunta, sobre o fator principal para a escolha de um sistema operacional. A resposta? A disponibilidade do código-fonte!
  • Android é o SO mais utilizado, com 16% (aumento de 3% com relação ao ano anterior), e o FreeRTOS é o RTOS mais utilizado com 13%. Os mesmos ainda lideram as estatísticas de sistemas operacionais a serem utilizados em novos projetos, com 28% para o Android e 21% para o FreeRTOS.
  • A grande maioria dos projetos (60%) são baseados em processadores de 32 bits, enquanto que processadores de 8 e 16 bits ficam na faixa de 16% cada um. À propósito, o que o Arduino esta fazendo na lista de microcontroladores de 8 bits???
  • A Texas liderou a maioria das pesquisas sobre os fabricantes de chips, incluindo o melhor ecosistema (software, ferramentas, suporte, etc) e chip mais utilizado, mas seguida de perto por Freescale, Microchip e Atmel.
  • WiFi é disparada a tecnologia wireless mais utilizada em projetos embarcados, seguida na ordem por Bluetooth, redes celulares e Zigbee.
  • A maioria usa o SVN como ferramenta de controle de versão (41%), seguido pelo Git com 21% (boa!) e CVS com 20%. Como alguém pode ainda estar usando o CVS como ferramenta de controle de versão? :)
  • 3,9% dos que responderam pretendem participar do ESC Brazil 2013 (1,8% a mais que a última pesquisa). E pelas conversas que tenho tido com o pessoal da UBM Brasil, este ano o evento deve ser bem maior que o ano passado!

Enfim, pesquisas nem sempre refletem a realidade, pois dependem de diversas variáveis como o público-alvo, sua localização e mercado de atuação. De qualquer forma, elas podem mostrar (e até influenciar) algumas tendências. Vale a pena dar uma olhada na pesquisa completa, que pode ser baixada de forma gratuita (após um cadastro) aqui.

Atualização: Infelizmente a pesquisa já foi retirada do ar.

Um abraço,

Sergio Prado

Navegue
Creative Commons Este trabalho de Sergio Prado é licenciado pelo
Creative Commons BY-NC-SA 3.0.